A capacidade de um consumidor, processar um comerciante estrangeiro perante os tribunais internos, não necessita, que o acordo controvertido foi celebrado à distância

A capacidade de um consumidor, processar um comerciante estrangeiro perante os tribunais internos, não necessita, que o acordo controvertido foi celebrado à distância.

Portanto, o exemplo envolve, que o consumidor passou a se contrair no Estado-Membro do comerciante, à jurisdição dos tribunais do Estado-Membro de que o consumidor não a partir de. O Unionsrecht1 para proteger os consumidores como as partes mais fracas em litígios transfronteiriços, através da melhoria do acesso à justiça é facilitado, em especial, pela proximidade geográfica ao tribunal competente o. Assim, o consumidor pode o comerciante, com os quais tenha celebrado um contrato de, mesmo demandadas perante os tribunais nacionais, se ele tem domicílio noutro Estado-Membro, nomeadamente sob duas condições: Em primeiro lugar, o profissional deve exercer as suas actividades comerciais ou profissionais no Estado-Membro, em que o consumidor tiver domicílio, ou por quaisquer meios (de. B. via Internet) Alinhe esta Mitgliedstaat2, e em segundo lugar, os serviços abrangidos pelo contrato disputa no âmbito dessas actividades deve cair.

O Supremo Tribunal austríaco pedindo ao Tribunal, se a possibilidade, para enfrentar os tribunais nacionais, também pressupõe, que o contrato entre o consumidor eo empresário foi concluído a uma distância.

O Supremo Tribunal Federal é a última instância trata de uma aplicação, Mulheres Mühlleitner, que vive na Áustria, os tribunais austríacos contra em Hamburgo (Alemanha) concessionária baseado Yusufi trouxe. Esta mulher Mühlleitner ação busca a conversão do contrato de venda do veículo, que adquiriu na concessionária de automóveis Yusufi para seu uso privado. Na oferta a concessionária mulher Yusufi veio Mühlleitner sobre suas pesquisas na Internet. A assinatura do contrato de compra e aquisição do carro, mas eles foram para Hamburgo. Voltar na Áustria, ela descobriu, que o veículo tinha defeitos significativos. Como o proprietário da empresa A. und W. Yusufi recusou, para reparar o veículo, rose ação Mühlleitner nos tribunais austríacos, sua jurisdição internacional é alegado pelos réus. No entanto, o Supremo Tribunal considera, que suas atividades empresariais têm sido bastante focado na Áustria sei3, porque o site era acessível lá, e que os contatos remotos (Telefone, E-mails) deram entre as partes. No entanto, ele levanta a questão, se a competência dos tribunais austríacos não presumo, que o contrato tinha sido celebrado, a uma distância.

No seu acórdão de hoje, o Tribunal responde, que é possível para um consumidor, para processar uma empresa estabelecida noutro Estado-Membro do comerciante perante os tribunais do seu Estado-Membro, não pressupõe, que o contrato tenha sido celebrado à distância.

Embora exigida pela regulamentação europeia para 2024, que o consumidor tomou as medidas necessárias para a celebração do referido contrato em seu país de residência, No entanto, o actual Regelung6 não contém um tal requisito. Esta mudança do legislador da União destina-se a reforçar a protecção dos consumidores. A condição essencial para a aplicação deste regime é o do ofício ou profissão, que está alinhado com o estado de residência do consumidor. A este respeito, tanto a gravação do contato telefônico, bem como a reserva de bens ou serviços à distância, e até mesmo a conclusão de um contrato à distância indicações consumidor, que o contrato é contíguo tal atividade. Portanto, o consumidor tem um residente num Estado-Membro outros comerciantes também ser demandado perante os tribunais do seu próprio Estado-Membro, se o contrato não está na
Distância foi concluída, porque ele foi assinado no Estado-Membro do comerciante, em primeiro lugar, se o comerciante suas actividades comerciais ou profissionais no
Exerce Estado-Membro de residência do consumidor ou para orientá-las de alguma forma para este Mitgliedstaat7 e em segundo lugar, o contrato em causa no âmbito desta actividade se.

Bitte bewerten

Para mais informações: